Atividade sobre o Racismo

sábado, 3 de setembro de 2016


Atividade sobre o Racismo

Desenvolva um comentário utilizando como base a música do Gabriel Pensador, o vídeo abaixo, o link contendo um texto e outras fontes pesquisadas por você para descrever:

 Como depomos eliminar o racismo dos ambiente aos quais convivemos? ( + ou - 10 linhas)  





Bons estudos!
Prof.: Alberto Ribeiro

44 comentários:

  1. Como o ator Morgan Freeman disse em uma entrevista sobre " O Mês da Consciência Negra":"Não existe um mês da consciência branca, e eu não quero restringir a história negra em apenas um mês. O melhor jeito de acabar com o racismo, é esquece-lo; você me chama por Morgan Freeman, e eu lhe chamarei pelo seu nome."
    Faço das palavras do ator as minhas, pois creio que uma pessoa não pode ser lembrada por ser branca, negra, parda ou amarela; uma pessoa tem que ser lembrada pelo oque ela é.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TRUVADO, ''Desenvolva um comentário''

      Excluir
    2. "Faço das palavras do ator as minhas, pois creio que uma pessoa não pode ser lembrada por ser branca, negra, parda ou amarela; uma pessoa tem que ser lembrada pelo oque ela é."

      Excluir
  2. O racismo é um pensamento, onde se dá enorme importância, á cor raça...e onde alguns seres humanos chegam a achar-se superiores a outros.
    Muitas pessoas são contra o racismo, mas tantas outras são racistas.
    Contudo temos que aprender a lidar uns com os outros. A raça ou cor, o pais ou a religião não são motivos suficientes para guerras que hoje em dia surgir por esses motivos.
    Cada pessoa pode ser confrontada ao racismo, não importa o sexo, cor da pele ou religião. Se o fenômeno ataca os direitos fundamentais de uma pessoa, ele pode também ser responsável por violências cometidas contra grupos sociais também.

    ResponderExcluir
  3. O racismo parte do principio principalmente, quando uma pessoa possui pele negra, não só isso mas também por etnia, deste modo alguns indivíduos se sentem superiores aos outros. Entretanto, na espécie humana, não podemos dizer que existam raças; a cor da pele, a forma do nariz, o tipo do cabelo entre outros, pois somos biologicamente iguais. Com tudo isso, percebemos que o preconceito é um dos problemas mais graves em todo o mundo, e que as pessoas precisam se conhecerem melhor, independente de cor ou raça, sendo assim devemos respeitar e zelar pelo próximo.
    Mariana Ramos 3ªB


    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. O racismo é algo que as pessoas tentam por um fim à muito tempo. Como diz Gabriel pensador em sua música, o racismo é burrice pois, no Brasil somos todos mestiços , somos uma mistura de brancos , negros , amarelos e índios. Podemos observar na história como os negros foram importantes para o Brasil é como sofreram principalmente no tráfico negreiro. Os "racistas" são influenciados desde criança , pelos pais e familiares que falam a eles que os negros são inferiores. Porém , não devemos ligar para os tipos de cores , os negros e os brancos , tem a mesma capacidade e os mesmos direitos de ter um bom trabalho , uma boa casa , uma família , amigos ,todos têm os seus sonhos e podem sim realizá-los , basta correr atrás , sendo branco ou negro todos podem ter as mesmas coisas e serem amigos.
    Pamela Matos 2"A"

    ResponderExcluir
  6. Nos dias atuais encontramos o racismo em toda parte, até mesmo dentro de casa.
    Algumas pessoas acham que tem o direito de dizer ou fazer o que quer e acaba cometendo o racismo por acharem ser superiores às outras.
    A sociedade atual está perdida, pois vivemos em um mundo de constantes brigas e intrigas. Para isso precisamos ter mais paciência e aprender a respeitar as outras cores,racas e etnias.
    Carlos Gabriel -2°B

    ResponderExcluir
  7. O racismo consiste na atribuição de uma relação direta entre características biológicas e qualidades morais, intelectuais ou comportamentais, implicando sempre em uma hierarquização que supõem a existência de raças humanas superiores e inferiores. Fatores como a cor da pele ou o formato do crânio são relacionados a uma série de qualidades aleatórias, como a inteligência ou a capacidade de comando. Discursos racistas historicamente têm servido para legitimar relações de dominação, naturalizando desigualdades de todos os tipos e justificando atrocidades e genocídios.
    PÂMELA PAIVA
    2°"B"

    ResponderExcluir
  8. Acredito que a única forma de eliminar todo tipo de preconceito é conscientizar as pessoas de que todos possuem diferenças e ninguém é igual a ninguém, nao é a cor da pele, o modo de falar ou o tipo do cabelo que torna uma pessoa superior a outra, todos somos iguais perante a lei, como ja foi dito o melhor modo de acabar com o racismo é esquecendo que ele existe, pois quando se trata de caráter a cor ou o cabelo ficam de lado, você é o que você pratica.

    Marcos Vinícius 2° B

    ResponderExcluir
  9. Há muito tempo que várias pessoas tentam combater o racismo, mas infelizmente o mesmo ainda é realidade na sociedade em que vivemos. Como "Gabriel O Pensador" diz em sua música: Racismo, preconceito e discriminação em geral é uma burrice coletiva sem explicação!
    Os racistas se acham superiores a algumas pessoas e por isso discriminam-as de uma forma brutal, numa visão de vida totalmente errada. Quando todas as pessoas perceberem que somos todos iguais e todos capazes, esse mundo terá um pouco mais de paz, esperança, justiça, segurança e será melhor para o convívio diário.
    Joyce De Farias 2º "A"

    ResponderExcluir
  10. O racismo e as teorias racistas não surgiram do nada, elas possuem uma história própria. O Racismo é um tipo de preconceito associado às raças, às etnias ou às características físicas, sendo que as pessoas denominadas racistas baseiam-se na ideologia da superioridade. Na maioria das vezes, o racismo associa-se somente ao preconceito contra os negros. No Brasil ha uma grande mistura de raças, não sendo tão evidente os casos de racismo por aqui, mas não podemos afirmar que eles não existam. Sendo assim, nao deveria haver distinção alguma por conta de sua raça .

    Stephanie Santana 2ano "A"

    ResponderExcluir
  11. O racismo e as teorias racistas não surgiram do nada, elas possuem uma história própria. O Racismo é um tipo de preconceito associado às raças, às etnias ou às características físicas, sendo que as pessoas denominadas racistas baseiam-se na ideologia da superioridade. Na maioria das vezes, o racismo associa-se somente ao preconceito contra os negros. No Brasil ha uma grande mistura de raças, não sendo tão evidente os casos de racismo por aqui, mas não podemos afirmar que eles não existam. Sendo assim, nao deveria haver distinção alguma por conta de sua raça .

    Stephanie Santana 2ano "A"

    ResponderExcluir
  12. Quando Gabriel Pensador descreve em sua música que o racismo e burrice, ele está completamente certo em dizer isso, pois aqui no Brasil somos todos uma mistura. O racismo que aparece na mente do povo é contra os negros, mas o racismo e um preconceito baseando na diferença de raças das pessoas, também pode ser contra asiáticos, brancos, índios por parte de outras raças.
    Embora o Brasil tem uma forte mistura de raças o caso de racismo pode não ser tão evidente para alguns, mas ele não deixa de existir, em alguns casos ele ocorre de maneira que nem é percebido pelas pessoas, pode acontecer em formas de piadas, xingamentos é até mesmo evitar o contato físico com a pessoa, a verdade é que nenhum lugar está protegido do racismo.

    Millena Andrade
    2ºA

    ResponderExcluir
  13. O racismo é um problema presente ainda na nossa sociedade. Todos deveriam dar o exemplo e respeitar o outro, porém não é o que acontece principalmente aqui no Brasil que é um país composto de pessoas mestiças.
    A única forma de evitar essa discriminação é investir na educação, dentro e fora de casa, sejam as pessoas de família rica ou carente. Isso seria uma solução porque desde cedo iam ser instruídos de como tratar o próximo de forma correta e não cresceriam com esse preconceito.

    Brenda Raianny
    2º ano "A"

    ResponderExcluir
  14. O racismo é um dos principais fatores estruturantes das injustiças sociais que acometem a sociedade brasileira e consequentemente é a chave para entender as desigualdades sociais que ainda envergonhamo país,metade da população é negra e maior parte é pobre,as inaceitáveis distâncias que ainda separam o negro de branco,em pleno século XXI.Existe o dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial,mas não adianta existir o dia da eliminação da discriminação se não mudarmos a forma de olhar e de tratar as outras pessoas,deixando de odiá-las e sim as amando.
    "Ninguém nasce odiando outra pessoas pela sua pele ou religião.Para odiar precisa aprender,e se podem aprender a odiar,podem ser ensinadas a amar "
    Larissa Cavalcante 3"B"

    ResponderExcluir
  15. O racismo é algo infelizmente existido na sociedade, e as pessoas costumam as vezes julgar umas as outras pela cor da pele, cabelo, entre outros, porém desde o início do Brasil até os dias de hoje, foram muitas conquistas para que isso se conscientize que é errado, e acredito que as coisas só tendem a melhorar, com ensino as crianças e conscientização dos adultos, leis severas e a falta da convicção da característica da pele, exemplos como cotas na minha opinião e retrocesso e racismo, todos tem o mesmo direito perante a lei e negros não são menores que ninguém para se rebaixarem deste modo.
    Gabriela Araújo Rodrigues
    2 C

    ResponderExcluir
  16. A cor, a raça, a religião, a opção sexual dividiu o mundo... Temos que nos unir contra tudo isso 2C
    👊🏻✌🏻️

    ResponderExcluir
  17. O racismo é um problema social e histórico. Ele não existe porque os negros possuam qualquer "característica de inferioridade" ou os brancos sejam "naturalmente" opressores.
    O racismo está ligado à exploração. As classes dominantes sempre buscaram aproveitar-se das diferenças de cor, gênero, nacionalidade, região, etc, para construir assim uma hierarquia na exploração. Essa hierarquia ao mesmo tempo divide os explorados em níveis diferentes de exploração (mais e menos explorados) e também justifica que uns sejam mais explorados por… serem negros.
    No Brasil, conforme o capitalismo se estabelecia como sistema econômico, o racismo do período escravista foi assimilado, pois isso permitia aos empresários aplicar níveis mais intensos de exploração sobre os negros e as mulheres negras em particular, embora desde o inicio tivesse havido inúmeras formas de resistência. No topo dessa hierarquia de exploração encontram-se a burguesia e seus agentes: o Estado, a mídia, a Igreja, setores da classe mais alta que incorporam os interesses da burguesia.

    Matheus Rodrigues 3°C

    ResponderExcluir

  18. Independente das diferenças, o respeito deve ser mútuo entre as pessoas. É inserido do artigo 5º da constituição : "Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza". Negros foram discriminados e abusados, físico e mentalmente durante muito tempo na história mundial. De moeda de troca à escravos de estimação, traficados, essas pessoas foram torturadas com trabalhos árduos ao longo de suas vidas. Atualmente, a ONU busca o cessar dessas atrocidades no mundo, embora já seja quase extinto. Contudo, a outra parte da "libertação" desses negros ainda não foi realizada, o racismo se encontra presente em boa parte do mundo, no Brasil pessoas ainda são presas por injúria racial e o próprio racismo. A sociedade falha em eliminar esse crime, e a própria instituição familiar também acaba sendo culpada. "Brincadeiras" e piadas são as principais razões do início de um racista num contexto escolar, que é influenciado por outros racistas já declarados. Evitar que essas brincadeiras continuem era o essencial para um contexto escolar.

    Kristopher Klava 3º C

    ResponderExcluir
  19. Com educação talvez. Mas o racismo está na cabeça de cada um. No dia que tomarmos consciência e ensinarmos as nossas crianças que somos todos iguais perante Deus e a sociedade, acho que vai ser um grande passo. Como as música diz "...Racismo, preconceito e discriminação em geral; uma burrice coletiva sem explicação...", realmente pois existem mais negros do que brancos no brasil bastar olharmos para nossos ancestrais, somos uma misturas de raças. Todos merecem ter seu devido respeito, independente da cor da pele, credo religioso,opção sexual.
    Paula Fernanda 3º B

    ResponderExcluir
  20. O racismo não começou por agora e sim desde antigamente com os escravos e por causa dessa historia que repercutiu o mundo o racismo está ai desta forma nós devemos saber que somos iguais por dentro mas por fora todos tem suas diferenças e não existe ninguém que possa julgar o outro pela sua aparência ou cor porque se todos nos fossemos iguais na minha opinião não teria graça e devemos saber que pela cor, opção sexual ou qualquer outro tipo de coisa que difere uma pessoa não seja alvo de preconceito e ate mesmo racismo.
    Gabriel Ferreira 3 Ano B

    ResponderExcluir
  21. Não é possível eliminar o racismo da noite pro dia, mas essa transformação deve ser feita aos poucos com cada um fazendo sua parte assim como propõe a musica do Gabriel pensador onde ele fala que é preciso uma lavagem cerebral a fim de que possamos perceber que não há motivo desse sentimento de que uma etnia ou cor é superior a outra, somos todos iguais, até porque no Brasil somos todos fruto de miscigenação, sendo praticamente impossível alguém ser de uma linhagem só, sem mistura. O ponto de partida dessa mudança somos nós, que devemos reconhecer que o racismo existe e que cabe a nós pararmos de "brincar" com a cor do outro, parar com o preconceito em associar essa cor de pele a marginalidade e principalmente parar de atribuir a beleza aos brancos, visto que percebemos varias pessoas que sofrem bullyng pelo seu nariz, boca, cabelo. Um bom exemplo disso é nas emissoras de televisão..já que negras não são contratadas em mesmo numero que brancas e quando conseguem, a maioria tem traços eurocêntricos,sendo raro vermos nariz e boca maiores, cabelo crespo...uma pena, já que beleza está muito acima de traços finos.
    Aline Soares de Morais- 3° "A"

    ResponderExcluir
  22. Ainda hoje há quem acredite na ilusão do conceito de que existe uma etnia superior, agindo com etnocentrismo. Em contrapartida, vários são os grupos e movimentos que lutam pelo fim da discriminação, lutando em levar a luz da maturidade, respeito e conhecimento às mentes fracas que creem no demérito de alguém pelo simples fato de sua origem, raça, religião, sexualidade e etc. Na musica do Pensador fala claramente, sobre a discriminação racial que existe, e mostra, que nós precisamos abrir os olhos para as igualdades, e não fazer das diferenças, o ponto alto para nos separar. Assim temos que ser seres racionais e reflir sobre o nosso papel e as nossas atitudes na sociedade, pois assim a humanidade vive em melhor harmonia e vários conflitos podem ser evitados, é como diz na musi a"Não seja um imbecil, não seja um ignorante, não se importe com a origem ou a cor do seu semelhante.".
    RACISMO É BURRICE.

    Rodrigo Vinícius 3° C
    Saudade professor, Abraço e sucesso.

    ResponderExcluir
  23. O racismo no Brasil existe há vários séculos; com a colonização portuguesa e a escravização de índios e principalmente de povos da África existia um pensamento europeu que as outras raças eram inferiores. Contudo, até hoje muitas pessoas ainda têm este pensamento e várias outras ainda sofrem preconceito pela cor da pele e infelizmente não é possível mudar o pensamento de uma população em pouco tempo, sendo necessário uma solução feita somente com vários agentes. A mídia tem grande importância e deveria representar a diversidade étnica existente no Brasil, assim como é importante que todos reflitam sobre a razão de achar que outras pessoas são inferiores e perceber que a cor não interfere nas características pessoais dos sujeitos.
    Stefany Joaquina Sousa Farias 3ºC

    ResponderExcluir
  24. O Brasil é composto por uma forte miscigenação de etnias: africanos, indígenas, portugueses. No entanto, mesmo em meio a tanta diversidade, o comportamento racista persiste, principalmente em relação aos negros. Essa questão existe desde os longos períodos de escravidão, momento em que os negros africanos foram considerados seres inferiores, animais, logo deveriam ser explorados e tratados como mercadoria. Esse estigma foi acompanhando o passar dos anos, mesmo após a abolição da escravatura. Hoje, em pleno século XXI, o negro ainda é visto de forma preconceituosa. Em novelas, por exemplo, os negros sempre exercem funções de subordinação e são associados ao crime. Não obstante, existe forte disparidade entre o número de brancos e negros que exercem funções de grande importância: o negro ainda é minoria. Portanto, para romper com essa visão racista de séculos, será preciso muito tempo. Como afirma Gabriel Pensador, precisamos de uma lavagem cerebral pra acabar com esse lixo que é uma herança cultural. Para isso, é necessário o que haja cada vez mais inclusão dos negros em todos os setores da sociedade e que as todas as instituições de ensino, mídia e afins colaborem para transformar a mentalidade da sociedade, destruindo o sentimento de superioridade baseado na cor da pele.
    Sara Vasconcelos Mendes
    3º ano C

    ResponderExcluir
  25. No Brasil é gritante a desigualdade entre negros e brancos. Não é necessário mencionar dados, mas eles existem e são alarmantes para quem quiser ver - acesso à educação, grau de escolaridade, participação econômica e no mercado de trabalho, os índices da violência, as condições de vida, o acesso a saúde... Enfim nas mais variadas esferas é nítida a desvantagem da população negra no país. Nem é necessário ir muito longe, no cotidiano percebesse o papel secundário da população negra e os preconceitos lastimavelmente intrínsecos nos gestos, atitudes e discursos aparentemente sem intenção de ofender. A conjuntura dos fatos deve-se ao histórico da escravidão, seguido da exclusão e negação de direitos aos negros. Uma solução a longo prazo para enfrentar a desigualdade social/racial e gerar mudanças é a criação de políticas públicas efetivas de inclusão e incentivo a educação dos níveis básicos ao universitário e melhoria e ampliação no acesso a saúde pública. Essas medidas têm como finalidade ampliar a inserção no mercado de trabalho, já que o profissional negro estaria melhor qualificado, com consequente melhoria de renda e condições de vida, resultando em declínio nos números da violência. Outra medida, mais imediata e de responsabilidade de toda a sociedade - não só de cunho administrativo, embora deva ser a população a pressionar os governos para a criação e implementação dessas políticas públicas - é a inserção do tema racismo na vida pública a fim de desmanchar estereótipos e preconceitos, por meio de uma “batalha comunicativa”, mudar a mentalidade das pessoas para quem acha que o racismo não existe ou para aqueles que negam serem racistas, mesmo o sendo ou sendo apenas coniventes, sempre colocando a responsabilidade no outro.
    Fernanda Sinara - 3º ano A

    ResponderExcluir
  26. O racismo é algo muito presente no Brasil e no mundo, e este problema permanece desde os tempos antigos até os atuais. Essa descriminação pela cor ou raça faz com que pessoas se sintam rebaixadas e desamadas, e faz com que aumente índices negativos, como por exemplo o da depressão. Com isso a função de cada um é respeitar o próximo com o intuito de combater este problema mundial! Precisamos pensar como Gabriel o pensador, que considera este fato uma burrice!
    Maria Eduarda Silva de Lira - 2° A

    ResponderExcluir
  27. Nesse ano foi feito um comercial pela globo que pedia para algumas crianças ofender uma mulher por ela ser negra, muitas não conseguiram, outras ficaram sem graça e tristes e outras ate choraram. Certo ponto do teste uma menina contou uma historia de racismo que sofreu em sua escola. Não se nasce racista, o rascismo só existe hoje em dia no cotidiano por influencia de pessoas com mente pequena que em certo ponto da vida tambem foi influenciado por ideais arcaicos que os dá sensaçao de "poder" e " superioridade". O rascismo só vai acabar quando todos se respeitarem como um só, e que o fato de alguem ser negro nao o faz diferente ou especial, temos que acabar com esses esteriotipos racistas de que existe alguma diferença entre uma pessoa branca ou negra alem de sua cor da pele.
    Ana Manoela 2A

    ResponderExcluir
  28. O racismo já vem de muito tempo e é passado de geração para geração, esse conceito de raças humanas consegue ultrapassar séculos e está até hoje presente na vida de milhares de pessoas. Temos que enxergar as pessoas e ver suas qualidades e atitudes, porque a essência e beleza da pessoa não está na cor da pele, está no seu caráter e nas suas atitudes, as pessoas precisamos se conscientizar disso, abrir a cabeça pra igualdade, todos temos o mesmo direito, todos somos iguais perante a Deus e tínhamos que ser também perante aos homens.
    Amanda Rodrigues Castro. 2 ano "A"

    ResponderExcluir
  29. A miscigenação é a origem de todo brasileiro. Nenhum cidadão deste país é descendente apenas de uma única raça. Todos temos porcentagens de um grupo, seja ele indígena, amarelo, europeu ou africano. Somos a soma de todas elas. Racismo é burrice. Ignorância. Nenhuma etnia é superior a outra. Isto gera uma nação com déficit. Uma população pobre de espírito e falta de empatia. Que não cresce, não evoluiu. Se prende ao passado onde erroneamente o mundo subjulgou os negros chamando-os de escravos. Uma mancha negra na história que perdura até os dias de hoje, graças a uma minoria. Na Constituição, o conceito de cidadania prega a igualdade de todos os brasileiros. Cabe a cada um o dever de se fazer cumprir tal ordem. Felizmente, no Brasil, o racismo é um crime sujeito a pena.
    Laura Fagundes 3º C

    ResponderExcluir
  30. O Racismo iniciou-se a décadas atrás e em pleno século XXI, ainda muito se vê o preconceito racial. No Brasil é constituído muitas etnias, por este motivo o critério de raça superior insiste. A melhor forma de acabar com o racismo no Brasil e no mundo é eliminar esse termo "raça", pois existe apenas uma raça no mundo: A humana, o resto é puro racismo que está na mente de cada um. No comercial, podemos notar que nem todo mundo age de forma tão impulsiva, ainda existem pessoas que nota o ser humano de modo igualitária. É uma luta coletiva, devemos iniciar na educação da nova geração e mostrar para elas que somos todos iguais perante a sociedade, o que vale é o ser humano em si e não o seu tom de pele.

    BIANCA CRISTINA-2°A

    ResponderExcluir
  31. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  32. Quando se fala de racismo, o primeiro pensamento que aparece na mente das pessoas é contra os negros, mas o racismo é um preconceito baseado na diferença de raças das pessoas.O racismo em uma pessoa tem diversas origens, depende da história de cada um. Em alguns casos, pode ser por crescerem ouvindo as diferenças e superioridade de determinadas raças, em outros, alguma atitude que moldou seu pensamento.O racismo vem crescendo cada vez mais no Brasil mesmo sendo um país onde a grande maioria da população e formada pro negros o Brasil continua sendo um país onde existe muita descriminação.Embora no Brasil haja uma forte mistura de raças, a incidência de racismo pode não ser tão evidente para alguns, mas ele não deixa de existir. Em alguns casos, ele ocorre de forma sutil, em que nem é percebido pelas pessoas. Pode acontecer em forma de piadas, xingamentos, ou simplesmente evitar o contato físico com a pessoa. A verdade é que nenhum lugar está protegido do racismo.

    Alan Neres 2-A

    ResponderExcluir
  33. O Brasil é um país marcado pelo racismo como sistema, uma forma de organização social que privilegia um grupo em detrimento de outro. O genocídio dos povos indígenas e o sequestro, escravização e desumanização dos africanos – e seus descendentes nascidos aqui – ocupam boa parte da história do país. São fatos que deixaram consequências profundas tanto na forma coletiva de pensar, quanto nas condições materiais dos descendentes desses povos. Apesar de negros e pardos constituírem a maioria da população, sua presença é minoritária nas classes sociais mais abastadas, nos espaços acadêmicos, nos postos de chefia e nas profissões bem remuneradas.Nas ações do aparato repressivo, entretanto, a população negra se evidencia, constituindo-se como maioria entre as vítimas fatais da violência policial.

    Gabrielle Amorim 2-A

    ResponderExcluir
  34. O Racismo é um tipo de preconceito associado às raças, às etnias ou às características físicas; visto que as pessoas denominadas racistas baseiam-se na ideologia da superioridade. Em outras palavras, esse tipo de preconceito assinala que algumas raças ou etnias são superiores às outras, seja pela cor da pele, pensamentos, opiniões, crenças, inteligência, cultura ou caráter.Dessa forma, podemos comprovar o racismo manifestado em muitos momentos da história como formas de dominação, por exemplo: a escravidão, o apartheid, o holocausto, o colonialismo, o imperialismo, o branqueamento enfatizado por muitos ditadores, dentre outros.

    Arthur Ramos 2-A

    ResponderExcluir
  35. O cantor Gabriel O Pensador da a sua opinião referente ao racismo ou qualquer tipo de preconceito, mas a música se volta mais para o Racismo. Na música ele diz que esses tipos de pensamentos são "burrices" pois uma cor não diz se você é mais inteligente, superior ou capaz, é justamente ao contrario quem pensa assim é baixo, ignorante e totalmente desumano. O Brasil é um país miscigenado, com suas diferentes culturas e formas de viver mas mesmo assim existem pessoas rudes que não conseguem respeitar a forma de viver de outros e nem suas origens. Mas o Brasil não é o único, esses tipos de "burrices" existem em todos os lugares, assim como o pensamento baixo das pessoas que enxergam assim.

    ResponderExcluir
  36. Infelizmente o racismo ainda é uma realidade que a sociedade brasileira vem enfrentando, onde pessoas são descriminadas por parte daqueles que se acham superiores a raça ou etnias. E para podermos acabar com isso é necessário uma melhor escolaridade para os brasileiros negros, algo que castiga os mais pobres, discriminando-os e relegando-os aos trabalhos mais “inferiores”. É urgente que se aprofunde, desde a escola, o conceito de que não existem raças, mas sim etnias, todas elas igualmente humanas, igualmente ricas e dignas de respeito. Fernanda Cristina 2º "A"

    ResponderExcluir
  37. A musica sempre destaca palavras que de certo modo deixa claro que ser racista é ser ‘’ignorante’’. Em cada verso ele explica de maneira que nos deixa entender que precisamos ver o nosso passado e entender que o nosso país abrange diversas raças. A canção tem como objetivo conscientizar a população brasileira a tentar abolir a intolerância racial.
    uma das formas de acabar com o racismo é verificar quais são as políticas que outros países adotaram para enfrentar as desigualdades provocadas pela supremacia branca.
    Juliany Venancio 2º''A''

    ResponderExcluir
  38. Racismo é uma coisa que começou ja tem muito tempo e é um ato de covardia de quem recebe pois na música fala que ser racista é uma pessoa ignorante em que não liga para oque os outros pensam ou falam e distinguem pela cor da pele .talvez se adotasse uma nova lei para mudar o Brasil fosse melhor na questão do racismo
    Richard 2ano"C"

    ResponderExcluir
  39. O Racismo não é coisa atual,isso já vem de muito tempo atrás desde a escravização dos negros e este preconceito tem como marco o dia 13 de maio,como dia da abolição da escravatura,mas nem por isso o mundo parou com o grande preconceito,está até hoje atualmente em nosso meio,veêm o negro como bandido,sem futuro,sendo que a sociedade mostra bem clara a idéia de que não precisa ser negro para cometer certos tipos de crimes,são pessoas como nós e se deve o mesmo respeito,tem a mesma capacidade e além do mais trazem marcas muitas vezes de seus antepassados que sofreram com a terrível idéia de servir como escravos.O respeito deve ser mútuo entre ambas as partes,e isso vem de berço,o que não pode ser mudado através de nós,só com a vida que acredito ensina de uma forma bem pior
    Lueny Amorim 3 A

    ResponderExcluir

 
Liceu Filosofia © 2015 | Desenvolvido por David Edson